Moto Grupo SOL E LUA

AGENDA DA REGIÃO SUL - 2014

Para acessar as informações completas sobre Aniversários de M.C. e Eventos clique em agenda ou eventos, no lado direito desta página, na lista de postagens por tema; serão exibidos os cartazes com todas as informações correspondentes aos eventos abaixo listados.
As informações completas sobre os eventos listados neste blog também podem ser acessadas clicando no link abaixo: http://picasaweb.google.com/horaciowr/EventosMotociclisticos#

Quem desejar enviar informações para divulgação, utilize o e-mail horaciowr@hotmail.com

SANTA CATARINA
5º Moto Galo - Cunha Porã - 28-30 nov.
2º Encontro de Motociclistas - Ibirama - 28-29 nov.
2º Moto Pastel - Presidente Getulio - 6 dez.
11º Aniversário Ralados do Asfalto - São Bento do Sul - 13 dez.
2015
I Moto Acampamento - Pinhalzinho - 6-7 fev.
Encontro de Moto Clubes Iceberg Rock Open Air - Lontras - 6-8 fev. 2015
14º Aniversário MC Tribo do Asfalto - Joinville - 7 mar. 2015
2º Niver MC Rodas Estradeiras - Navegantes - 13-15 mar. 2015
8º Aniversario Guerreiros MC - São José - 11 abr. 2015
4º Aniversário Maçaricos Estradeiros - Jaraguá do Sul - 5 jul. 2015
20º Motogiro - Jaraguá do Sul - 4-6 set. 2015

PARANÁ
9º Aniversário Pterodactilos MC - Colombo - 19-21 dez.
2015
15 anos MC Bichos do Paraná - Colombo/PR - 20-22 mar. 2015
4º Aniversário Cabeça D'Água MC - Morretes - 3-5 abr. 2015
1º Aniversário MC Escudos Blindados - Curitiba - maio 2015

RIO GRANDE DO SUL
1º Moto Encontro Confraria MG - Cachoeirinha - 28-30 nov.
1º Moto Capiva - Capivari do Sul - 29 nov.
2º Aniversário Águias do Asfalto - Parque Harmonia/Porto Alegre - 5-6 dez.
2015
5º Aniversário do Asas de Chumbro - Esteio - 28 fev./1º mar. 2015
* Programação completa da AMO/RS no site http://www.amo-rs.com.br

MOTOCICLISTA ESTRADEIRO

Pesquisa Google

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

2º Aniversário Águias do Asfalto - Parque Harmonia/Porto Alegre/RS - 5-6 dez.



2º Encontro de Motociclistas - Ibirama/SC - 28-29 nov.


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Fonte: http://motomovimento.com.br/harley-davidson-2015-para-o-brasil/#.VEexfzUk9Cg


Linha Harley-Davidson 2015



A Harley-Davidson anunciou seu reposicionamento de venda de para o Brasil para os modelos 2015. As novas gerações começam a chegar ao mercado brasileiro a partir de outubro. Cinco modelos passam a ser vendidos no Brasil: Low Rider, Street Bob, Street Glide Special, CVO Street Glide e Softail Breakout. Deixam o mercado nacional os modelos Dyna Superglide, Switchback, Sportster 883R, Street Glide e CVO Breakout.
Pela tabela apresentada pela marca, as cinco novidades terão os seguintes preços: Street Bob, a partir de R$ 44.400; Low Rider, a partir de R$ 46.600; Softail Breakout, a partir de R$ 58.700 e Street Glide Special. a partir de R$ 75.900.
A Harley-Davidson também passa a montar, em Manaus, pelo sistema CKD (apenas montagem da moto com peças importadas) os modelos CVO.
“O ano de 2015 é a continuação de um período de expansão para a Harley-Davidson. Além do lançamento do Projeto Rushmore, em fevereiro de 2014, conseguimos aumentar a rede de distribuidores de 15 para 17 concessionárias, visando proporcionar a melhor experiência de compra de uma motocicleta. A chegada dos novos produtos reforça o nosso compromisso de oferecer ao público brasileiro uma ampla gama de modelos, pós-venda especializado, extensa linha de MotorClothes, peças e acessórios, além de eventos de relacionamento que proporcionem aos clientes realizarem seus sonhos de liberdade pessoal”, afirma Longino Morawski, diretor-superintendente Comercial da Harley-Davidson do Brasil.
Clique AQUI para a tabela em PDF dos preços de todos os modelos da marca
Abaixo, texto da Harley-Davidson sobre os novos modelos
Família Sportster
Os modelos desta família compartilham os traços de agilidade e facilidade de condução, com o mais recente estilo urbano e o pragmatismo moderno. O assento baixo e o tanque de combustível em forma de gota, marcas registradas, são destaques da personalidade de uma Sportster, assim como o motor V-Twin no coração de cada Harley-Davidson. Desde o início de 2014, elas receberam sistemas de freios com ABS de série e controles de mão mais ergonômicos, garantindo mais segurança e conforto ao piloto. Além disso, em razão desse sistema eletrônico, o painel conta com indicador de marcha e rotação.
A Harley-Davidson Iron 883 2015 é a Sportster que permanece fiel ao estilo minimalista, sem supérfluos. O modelo mantém as características de uma motocicleta ágil, com acabamento exclusivo em preto fosco. Rodas pretas, para-lama estilo chopped, guidão drag style, tanque de combustível Peanut e lanternas traseiras com piscas integrados conferem estilo único, impulsionado pelo motor Evolution de 883cm³ acoplado a um câmbio de cinco marchas. O modelo oferece as opções de cores Black Denim, Sand Cammo Denim e, como novidades para 2015, Brilliant Silver Pearl e a inédita pintura especial Hard Candy Quicksilver Flake.
A Forty-Eight 2015 é uma das grandes atrações da família Sportster®. O modelo é uma referência dentro da linha Dark Custom, com apelo agressivo e muita atitude, além do perfil jovem e urbano. A motocicleta é embalada pelo motor Evolution de 1.200cm³.
Característica marcante da Forty-Eight, o icônico tanque estilo Peanut apareceu pela primeira vez na Harley-Davidson em 1948. E, desde então, passou a ser um item tradicional dos modelos Sportster. Aliás, vem daí a inspiração para o nome Forty-Eight.
A parte dianteira da motocicleta apresenta um visual robusto, por conta de seu largo pneu MT90 que envolve a roda preta raiada. Outros destaques são os espelhos retrovisores montados sob o guidão que, com seu posicionamento mais à frente e combinado ao perfil rebaixado, proporciona uma posição agressiva de condução. Controles de mão mais ergonômicos também estão presentes, assim como o sistema eletrônico que permite a exibição de diversas informações no painel, como indicador de marcha e rotação do motor. A Forty-Eight conta com as opções de cores Vivid Black, Amber Whiskey, Charcoal Pearl e as pinturas especiais Hard Candy Cancun Blue Flake e Hard Candy Big Red Flake.
A Sportster 1200 Custom 2015 complementa a família com seu estilo custom e visual mais robusto. Componentes de design, como a iluminação traseira de LED e o guidão pull-back com visual old school, combinam recursos modernos com o jeito único de uma Harley-Davidson. Equipada com o motor Evolution™ de 1.200cm³, pneu dianteiro largo e uma roda cromada de cinco raios e aro 16″, o modelo apresenta agilidade na utilização urbana e proporciona excelente performance para desfrutar das estradas. O modelo conta com as opções de cores Vivid Black e as novas Amber Whiskey, Brilliant Silver Pearl/Vivid Black, Mysterious Red Sunglo/Blackened Cayenne Sunglo e a inédita Superior Blue.
A Sportster 1200 Custom possui, ainda, duas versões customizadas diretamente de fábrica. A 1200 Custom CA tem estilo urbano e esportivo, comandos de montagem central, rodas pretas e guidão drag bar, enquanto a 1200 Custom CB, estilo clássico, rodas raiadas e guidão mini apehanger. Ambas apresentam acabamento do motor em preto. Como novidade para 2015, a 1200 Custom CB tem a opção de cor Charcoal Pearl, além da Black Denim.
Família Dyna
Para 2015, entre os modelos desta família estão duas novidades para o mercado nacional: a Street Bob e a Low Rider. Representando o autêntico estilo Harley-Davidson, as motocicletas Dyna destacam-se por permitir uma ampla gama de customização, com muitos acessórios. Equipadas com o imponente motor Twin Cam 96 de 1.600cm3, acoplado ao sistema de transmissão de seis velocidades Six-Speed Cruise Drive, toda a linha possui freios ABS de série.
A Harley-Davidson Dyna Low Rider 2015 é um ícone, com ótima performance para um modelo com o estilo cruiser custom da marca. Lançada originalmente em 1977, esta motocicleta retorna ao portfólio da Harley-Davidson com seu estilo clássico e performance ainda mais agressiva. Seu estiloso escape 2 em 1 proporciona um ruído agressivo, impulsionado pelo motor Big Twin de 1.600cm3. Seu design ergonômico facilita a adaptação da maioria dos pilotos, independentemente da estatura. Além disso, ela apresenta guidão ajustável em até 2,4 polegadas. Rodas raiadas e disco duplo de freio dianteiro completam as características deste autêntico clássico Harley-Davidson. A Low Rider chega ao Brasil nas cores Vivid Black, Amber Whiskey, Brilliant Silver/Vivid Black e as inéditas Deep Jade Pearl, White Hot Pearl/Blue Hot Pearl e a pintura especial Black Magic.
O modelo Street Bob, outra novidade da família Dyna, preza pela simplicidade de atingir a essência do motociclista que pensa apenas em pegar a estrada sem nenhuma distração. Inspirada pelo estilo minimalista dos modelos bobber, ela apresenta um guidão mini apehanger, assento individual e o mesmo modelo de tanque de combustível da consagrada Fat Bob. Além disso, é equipada com o motor Twin Cam 96 de 1.600cm3 na cor preta. A Street Bob estará disponível na rede de concessionárias da marca nas cores Vivid Black, Amber Whiskey, Black Denim, Superior Blue e Hard Candy Quicksilver Flake.
A Harley-Davidson Dyna Fat Bob 2015 combina o estilo e a atitude da linha Dark Custom com a imponência dos modelos Big Twin. Com design arrojado, desde o aro dos faróis dianteiros e da braçadeira tripla, até a tampa da bateria e a cobertura do amortecedor traseiro, o modelo conta com guidão robusto estilo drag bar e fiação passada internamente, realçando seu visual clean e minimalista. Frente ampla com exclusivo farol duplo, largos pneus com rodas pretas em disco de alumínio estilizado de aro 16, para-lama traseiro encurtado com lanterna de LED integrada, motor Twin Cam 96 de 1.600cm³ com transmissão Six-Speed Cruise Drive e sistema de freios com ABS de série com disco duplo na dianteira completam a motocicleta. No modelo 2015, estará dispo nível nas cores Vivid Black, Black Denim, Sand Cammo Denim e as inéditas Mysterious Red Sunglo e Superior Blue.
Família Softail
Os modelos desta família são projetados com traços simples e tradicionais, linhas fortes e claras, e uma sofisticada e inteligente suspensão traseira oculta. Todos são equipados com motor Twin Cam 96B de 1.600cm³ e transmissão de seis velocidades Six-Speed Cruise Drive. Na linha 2015, estas incríveis motocicletas também receberam inovações no sistema de freios ABS, oferecendo melhor capacidade de resposta e diminuindo em 40% o esforço feito no manete. Dentre os novos componentes do freio dianteiro estão uma pinça com quatro pistões de 34mm e 32mm, pastilhas com material de alta performance, cilindro mestre renovado e um disco de 300mm. Além disso, a pinça e o cilindro mestre foram reestilizados, garantindo um design mais bonito às motocicletas.
A novidade desta família em 2015 é a Harley-Davidson Softail Breakout. Apresentada como premium em seu segmento, com acabamento distinto e componentes específicos que não estão disponíveis em outros modelos Harley-Davidson, a Breakout® tem perfil mais baixo e alongado. Dentre suas características, pneu traseiro de 240mm, visualmente balanceado com os garfos robustos e o para-lama encurtado. O guidão estilo drag bar possui velocímetro de peça única montado sobre ele, enquanto que os detalhes do motor e outras partes em preto tornam o modelo uma Drag Custom de respeito.
Assim como sua predecessora, a CVO Breakout, disponível no Brasil com apenas 30 unidades na linha 2014, apresenta estilo original, com linhas suaves, que ressaltam o motor e os pneus. O tradicional propulsor Twin Cam 96B de 1.600cm³, a transmissão de seis velocidades Six-Speed Cruise Drive e o sistema de freios ABS formam o conjunto mecânico da Breakout. As cores disponíveis são Vivid Black, Charcoal Pearl, Mysterious Red Sunglo, Superior Blue e a Hard Candy Quicksilver Flake.
A Harley-Davidson Softail Deluxe 2015 é uma moto de estilo nostálgico, inspirada nas linhas das clássicas hardtails. Seus para-lamas em estilo retrô possuem linhas alongadas e pontas cromadas. Seu garfo dianteiro robusto, atrás de um farol de sete polegadas com lanternas auxiliares, as rodas raiadas envoltas pelos pneus com faixa branca e o rack cromado conferem à motocicleta um visual que remete aos anos 1950. Montado sobre eixos balanceadores e acoplado à transmissão Six-Speed Cruise Drive®, seu motor gera força e desempenho em ultrapassagens, subidas e estradas, além de uma condução mais confortável nas cidades, sem a necessidade de constantes trocas de marcha. A Deluxe 2015 está disponível nas cores Vivid Black, Morocco Gold Pearl, Mysterious Red Sung lo/Blackened Cayenne Sunglo e, como novidades para o modelo, Brilliant Silver Pearl/Vivid Black, White Hot Pearl/Blue Hot Pearl e as pinturas especiais Black Magic e Hard Candy Cancun Blue Flake.
A Harley-Davidson Softail Fat Boy 2015 é um dos maiores ícones do motociclismo mundial. Sua inspiração vem das choppers hardtail dos anos 1960 e 1970. Possui design frontal amplo e um grande farol dianteiro que, entre outros itens cromados, atribuem ainda mais sofisticação ao modelo, incluindo as reluzentes rodas estilo bullet hole. As cores disponíveis para a Fat Boy 2015 são Vivid Black, Brilliant Silver Pearl e as inéditas para esta moto, Superior Blue, Mysterious Red Sunglo, Amber Whiskey/Vivid Black e a pintura especial Black Magic.
A Harley-Davidson Fat Boy Special 2015 realça o tom forte e agressivo de um verdadeiro ícone entre as motocicletas. Dotada de todas as características que fizeram da Fat Boy um clássico, a versão Special traz o lado mais sombrio desta fat custom original, com aparência dark e detalhes em cromo acetinado, realçando sua forte personalidade. As cores para 2015 são Vivid Black, Black Denim, Sand Cammo Denim e, como novidade para o modelo, Charcoal Pearl.
A Harley-Davidson Heritage Softail Classic 2015 é uma máquina moderna com estilo clássico, evidenciado pelos pneus com faixa branca que envolvem as rodas raiadas cromadas, além dos para-lamas alongados e lanternas auxiliares. A Softail mais completa de série vem com itens como sissy-bar, para-brisa king-size removível e saddlebags de couro. A ergonomia também se destaca pelo confortável assento que, combinado ao guidão de perfil mais alto, proporciona uma posição de pilotagem natural, na qual poderá desfrutar ao máximo de cada um dos muitos quilômetros de autonomia garantidos pelo tanque com capacidade para 18,9 litros de combustível. A Heritage Softail Classic 2015 está disponível nas cores Vivid Black, Morocco Gold Pearl e, como novidade para o modelo, Brilliant Silver Pearl, Superior Blue, Mysterious Red Sunglo/Blackened Cayenne Sunglo, Amber Whiskey/Charcoal Pearl e a pintura especial Black Magic.
Família V-Rod
Os modelos desta família aliam design moderno e robusto com a alta performance do motor Revolution de 1.250cm³ refrigerado a líquido, desenvolvido em parceria com a Porsche e que atinge até 125cv de pura emoção. A combinação é um dos motivos do grande sucesso destas motocicletas no mercado nacional, colocando o Brasil em segundo lugar entre todos os países que vendem a família V-Rod no mundo.
A Harley-Davidson V-Rod Muscle 2015 é o resultado da perfeita união entre a força americana e a tecnologia europeia em um modelo que esbanja estilo e performance. Sua frente com perfil musculoso e caixa de ar estilizada, combinada com o imponente escapamento duplo revestido de cromo acetinado e pneus traseiros de 240mm, ressaltam seu visual feroz e arrojado. Sofisticação também é uma das características mais marcantes, evidenciada pelo belo painel de instrumentos triplo, montado em peça única, lanternas traseiras de LED e retrovisores com piscas integrados. Para oferecer o máximo de segurança e conforto ao piloto, o modelo conta com embreagem tipo slipper, que reduz a fricção e ajuda a manter a roda traseira no ritmo adequado, e freios Brembo com ABS, que atuam de form a precisa e eficiente. A suspensão dianteira Showa com garfo invertido e as rodas de alumínio ajudam a reduzir a massa não suspensa, melhorando a ciclística do conjunto. O modelo tem, além da cor Vivid Black, as novidades Sand Cammo Denim, Black Quartz e Mysterious Red Sunglo with flames.
A Night Rod Special é uma moto desenvolvida para impor respeito. O estilo dark com acabamentos em preto indica sua natureza agressiva. O perfil traseiro cônico com lanterna de LED ressalta o imponente pneu traseiro Michelin Scorcher de 240mm, como na V-Rod Muscle. As rodas de alumínio e o garfo invertido diminuem a massa não suspensa, e deixam a condução mais ágil. Os comandos com recuo, combinados com o guidão estilo drag recuado, proporcionam mais conforto para desfrutar ao máximo cada jornada. A Night Rod Special 2015 vem nas cores Vivid Black, Black Denim, Superior Blue e Deep Jade Pearl, as duas últimas, novidades para o modelo.
Família Touring
A maior novidade desta família também recebeu as melhorias do Projeto Rushmore, que reestruturou os modelos mais completos da marca neste ano. A Street Glide Special chega para revolucionar ainda mais a experiência de pilotagem da família Touring. Equipada com o mesmo sistema de informações e entretenimento Boom! Box de 6,5 polegadas, presente na Ultra Limited, a Street Glide® Special conta agora com tela colorida de alta resolução sensível ao toque, sistema de navegação GPS e sistema de reconhecimento de voz (VR), além de quatro alto-falantes com saída de áudio de 25 watts por canal.
Representando uma verdadeira bagger hot-rod, o modelo também chama a atenção por sua carenagem “BatWing”, com o peculiar para-brisa compacto escurecido e saddlebags rígidos, e motor Twin Cam 103 High Output de 1.700cm3, com sistema de admissão e fluxo de ar. Completam o conjunto a roda dianteira de 19 polegadas e a traseira de 16 polegadas estilo Enforcer e o sistema de freios Reflex com ABS conectado eletronicamente. A Street Glide Special 2015 estará disponível na rede de concessionárias nas cores Vivid Black, Black Denim, Brilliant Silver Pearl, Amber Whiskey, Charcoal Pearl, Morocco Gold Pearl e Deep Jade Pearl.
A família Touring da Harley-Davidson ainda oferece a Road King Classic com seu toque de nostalgia combinado a muito conforto e performance em todas as jornadas. Farol de dupla parábola, guidão de perfil alto e velocímetro com números grandes, permitindo que todas as informações sejam visualizadas de forma mais fácil e clara, acrescentam muito estilo ao modelo, que está entre os mais tradicionais da marca. A Road King® Classic 2015 terá como opções de cores, Vivid Black, Morocco Gold Pearl, Mysterious Red Sunglo/Blackened Cayenne Sunglo, e como novidades, Superior Blue, Brilliant Silver Pearl/Vivid Black e White Hot Pearl/Blue Hot Pearl.
Por último, o modelo mais completo desta família, a Ultra Limited, combinando características modernas e sofisticadas ao mais autêntico estilo Grand American Touring. Esta motocicleta conta com todos os itens necessários para proporcionar a melhor experiência sobre duas rodas. O motor Twin Cam 103 High Output Twin Cooled, de 1.700cm3 com refrigeração mista, sistema de freios Reflex com ABS conectado eletronicamente, faróis de LED Daymaker e sistemas de informação e entretenimento Boom! Box de 6,5 polegadas com tela colorida de alta resolução sensível ao toque, sistema de navegação GPS e sistema de reconhecimento de voz (VR) fazem dela a motocicleta preferida entre os clientes mais tradicionais da marca, que percorrem, frequentemente acompanhados, grandes distâncias no mesmo dia, e exigem a melhor performance e conforto de suas motocicletas. A Ultra Limited 2015 estará disponível nas cores Vivid Black, Amber Whiskey/Vivid Black, Mysterious Red Sunglo/Blackened Cayenne Sunglo e, como novidades para o modelo, Superior Blue, Brilliant Silver Pearl/Vivid Black e Deep Jade Pearl/Vivid Black.
Linha CVO
Fabricadas por processos artesanais e com pintura customizada, a linha CVO – Custom Vehicle Operations – chega ao Brasil com uma grande novidade em 2015: os modelos CVO Street Glide e CVO Limited passam a ser montados na fábrica de Manaus (AM).
Aliando características sofisticadas com design agressivo, a CVO Street Glide possui um sistema de áudio Boom!™ Box que gera 600 watts de potência, por meio de quatro alto-falantes dianteiros e dois traseiros, proporcionando excelente qualidade sonora. Esta bagger ainda conta com detalhes únicos, como a logomarca CVO iluminada no tanque de combustível, roda cromada de cinco raios, saddlebaggs rígidos alongados, acessórios Airflow Collection e banco CVO. Tudo isso, aliado às melhorias do Projeto Rushmore, como carenagem “BatWing” com entrada de ar que diminui a turbulência, sistema de infotainment Boom! Box 6.5GT com tela sensível ao toque de 6,5 polegadas e GPS integrado, além de pintura exclusiva Starfire Black/Gold Dust Flames, faz da CVO Street Glide uma autêntica premium.
A Harley-Davidson CVO Limited 2015 é o modelo mais completo em linha, trazendo acessórios da coleção Airflow como item de série e iluminação LED para o Tour-Pak e saddlebags, sistema de informações e entretenimento Boom! Box 6.5GT, que fornece potência de 75 watts por canal, além de todas as melhorias do Projeto RUSHMORE. O modelo estará disponível em uma única cor, Palladium Silver/Typhoon Maroon.
Ambos os modelos também garantem exclusividade, com o motor Twin Cam 110 High Output Twin Cooled, com filtro de ar da linha Screamin’ Eagle, que melhora ainda mais a performance que o propulsor de 1.800cm³, o maior em produção pela Harley-Davidson, entrega desde as baixas rotações em retomadas e ultrapassagens, mesmo em trechos de subida.
-Imanes e informações: divulgação-


segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Nova Harley no mercado para 2015.

Fonte: http://g1.globo.com/carros/motos/blog/dicas-de-motos/post/harley-davidson-lancara-modelo-mais-barato-no-brasil.html

por Roberto Agresti

Harley-Davidson lançará modelo mais barato no Brasil

Harley-Davidson Street 750
A Harley-Davidson lançará no mercado brasileiro seu modelo mais acessível. Considerando os preços nos Estados Unidos e na Europa, a Street 750 (codinome XG 750) deve sair por cerca de R$ 28 mil no Brasil, menos do que a Iron 883 e a 883 Roadster, até então as mais baratas da marca e que custam R$ 32.900. A expectativa é que o modelo comece a ser montado em Manaus ainda neste ano. Ele foi um dos que a marca disponibilizou para avaliação na apresentação da linha 2015, na Califórnia, na semana passada (o colunista viajou aos EUA pela Revista da Moto! e a convite da Harley-Davidson).

Também disponível em versão de 500 cc no exterior, a Street oferecerá à Harley a chance de atuar com mais força em mercados emergentes, como Índia e Brasil, onde serão montadas, além de conquistar clientes mais jovens e de menor poder aquisitivo em mercados consolidados, como a Europa e os EUA. 

É conhecido o potencial de crescimento no mercado do Brasil das motos de mais de 450 cc. De acordo com os números divulgados pela associação dos fabricantes, a Abraciclo, no primeiro semestre de 2014 a venda de motos no Brasil retrocedeu 12,2% frente ao mesmo período do ano anterior. Mas, ao considerar apenas os modelos de 450 cc ou mais, essa realidade se inverte, com vendas 13% maiores.

A explicação para a queda do mercado geral tem relação com a restrição ao crédito para a compra de motos pequenas. Já o cliente das motos maiores, menos dependente de financiamento, empurra para cima os indicadores, o que motiva os fabricantes a capricharem na oferta.

Honda CB 500XMarcas de olho no nicho
A Honda, líder disparada do mercado brasileiro e dona de mais de 80% do bolo, é agressiva no nicho que vai dos R$ 25 mil a R$ 35 mil.
A empresa lançou a NC 700X em 2012. No ano seguinte, iniciou uma família de motos de 500 cc – as CB 500X (foto ao lado), CB 500S e CBR 500 – que se tornaram as best-sellers da faixa de preço inferior a R$ 30 mil. 

Mesmo sem novidades, a Yamaha viu suas XT 660R e XT 660Z (foto abaixo) crescerem na preferência dos consumidores, praticamente dobrando a venda desses modelos nesta primeira metade de 2014.

Yamaha; XT 660Z; Ténéré; lançamento; moto; motocicleta; BrasilDe olho nesse aquecido segmento estão também marcas tidas como "premium". Apesar de a capacidade industrial delas no Brasil ser menor do que as pioneiras Honda e Yamaha, essas empresas não querem ficar de fora do segmento que mais vende.
Um exemplo é a alemã BMW, conhecida por modelos exclusivos que custam mais de R$ 100 mil, mas que não deixará a pé quem entrar em uma de suas revendas e não quiser (ou não puder) gastar mais de R$ 30 mil. Para esse cliente, a BMW oferece sua versátil trail G 650 GS, cujo preço sugerido é de R$ 29.800.

Triumph Bonneville T100Por pouco mais que isso, R$ 31.490,00, a britânica Triumph entrega aos consumidores brasileiros ávidos por se destacarem na paisagem ao guidão de algo diferente sua clássica Bonneville T 100 (ao lado), bicilíndrica de 865 cc que aposta todas suas fichas misturando o estilo retrô com uma mecânica bem atual.

Como é a Street
A Street será a primeira moto da marca a trazer motor e chassi 100% novos em 14 anos desde a V-Rod apresentada em 2001.
Fiéis a tradições estéticas e técnicas como poucos, os técnicos da Harley-Davidson disfarçaram bem a existência da refrigeração líquida no novo motor das Street 500 e 750 batizado de Revolution X. Outra preocupação foi com o som que sai dos escapes, pois não bastaria ser uma Harley e parecer uma Harley se ela não soasse como uma Harley quando acelerada.
Ao rodar com a Street 750 durante a apresentação da linha 2015, na Califórnia, pude comprovar que, mesmo sendo a motocicleta mais econômica da marca, o DNA dos modelos mais clássicos está presente nela.
Harley-Davidson Street 750


Em termos estéticos, o motor V2 é o protagonista do design. A moto está aquém do padrão de acabamento da Harley: tem conectores elétricos aparentes e mal posicionados, suporte de pedaleiras rústicos em chapa estampada e alguns parafusos galvanizados excessivamente à mostra podem indicar que, para conseguir um preço competitivo, concessões tiveram de ser feitas.

Baixa e alongada, a Street 750 permite a condutores de estatura limitada colocar os pés no solo com facilidade. Isso confirma uma das principais ideias do projeto: ser uma motocicleta acessível até para os menos experientes ao guidão. Outro fator que ajuda nessa tarefa é o peso – 222 kg em ordem de marcha. São 33 kg a menos do que a Iron 883, a menor das Harley-Davidson anteriores.

A Street 750 mostra ainda excelente maneabilidade e pronta resposta ao acelerador, mesmo nas mais baixas rotações, o que justifica o nome de batismo “Street” (rua em inglês). É uma motocicleta com performance ideal para cidades. Boa parte desse caráter é percebido na posição de pilotagem, com pedaleiras centralizadas e guidão próximo ao tórax, bem diferente de outras Harley-Davidson, com pedaleiras e guidão avançados que sugerem o uso em estradas. 

Como em todas as motos da marca de Milwaukee, é o torque, e não a potência bruta, a prioridade. Mesmo tendo apenas 750 cc, há bom vigor em todas as faixas de rotação assim como uma típica vibração que muitos identificarão como parte do modo Harley-Davidson de fazer motocicletas. É um meio de cativar clientes tradicionalistas, assim como oferecer aos novos o “sabor” das motos maiores da marca.

O novo modelo é exatamente o que parece e promete ser: a porta de acesso para consumidores vindos de segmentos menos prestigiados para a icônica marca norte-americana, que poderá entrar na briga nesse nicho do mercado brasileiro que só vê suas vendas crescerem.

* Crédito das fotos (pela ordem em que aparecem): Roberto Agresti; Caio Mattos/Divulgação; Raul Zito/G1; Divulgação/Triumph; Divulgação/Harley-Davidson.

domingo, 20 de abril de 2014

Deixei a moto cair. E agora?

Fonte: http://viagemdemoto.com/dicas/218-moto-tombou-como-levantar


Deixei a moto cair. E agora?

Você está numa super viagem de moto, sozinho ou com sua esposa na garupa, passa por uma paisagem maravilhosa e resolve parar para tirar "a" foto da viagem. Nem bem diminuiu a velocidade já vai pensando qual o melhor ângulo, qual ajuste vai usar na câmera e como a foto será admirada pelos amigos. Daí esquece de planejar a parada, não vê um ressalto, uma pedra, descuida do descanso e lá vai a moto para o chão.

O primeiro pensamentos é para os danos que a moto pode ter sofrido. Depois você olha para os lados pensando em quem pode ter visto o seu “mico”. Aí percebe que está sozinho ou no máximo com a esposa “mignon” e lembra que a moto pesa com a bagagem bem mais que 300 kg. Putz!!! Como uma pessoa de 80 kg vai levantar algo que pesa quase quatro vezes mais? O que fazer agora?
Muita gente entra em desespero, senta no chão e chora. Outros começam a desmontar a bagagem pensando que isto vai diminuir um pouco o peso e as dores nas costas que com certeza virão depois.

Calma!!! Existe uma técnica muito simples para levantar uma moto pesada, que até sua esposa “mignon” consegue executar sozinha, sem exigir da coluna mais do que ela aguenta. Ela é ensinada em treinamentos realizados pelas montadoras (sei que a BMW e a Harley-Davidson incluem esta técnica em seus cursos Riders).

Fiz uma compilação de informações que encontrei em diversos sites da internet para que este artigo fique o mais completo possível.

Etapa 1: avalie-se

Dedique alguns minutos para se acalmar. Ver sua moto deitada no chão pode ser uma experiência traumática, mas isso acontece com todo mundo pelo menos uma vez.
Dedique alguns minutos para fazer perguntas a si mesmo: você está machucado? É capaz de levantar sua moto em uma situação normal? Quer levantar a sua moto? Tem algum problema de saúde, como por exemplo na coluna?
Dedique alguns minutos para relaxar e apreciar a situação: seria melhor se conseguisse ajuda. E se alguém vier te ajudar, não se esqueça de avisar para não tocar no escape quente, não tentar levantar a moto apoiando em peças frágeis, etc. Certifique-se também que quem está te ajudando o está fazendo corretamente. Você não vai querer que alguém se machuque não é mesmo?

Passo 2: Avalie o Ambiente

Se a moto tombou em um local de tráfego intenso e perigoso e onde algum veículo pode vir a te atropelar, deixe a moto no chão e procure um lugar seguro enquanto aguarda ajuda ou enquanto avalia se é possível sinalizar o local.
Procure observar a legislação e as regras de segurança antes de tentar levantar sua moto.
Dê uma olhada para o chão: você tem uma superfície firme para levantar a moto? É de cascalho? Se for, raspe o cascalho debaixo dos pneus e de onde você vai colocar os pés para fornecer tração. É asfalto molhado? A moto está ao lado de uma vala? Existe um aclive ou declive acentuado?
Avalie se não há a possibilidade da moto rolar morro abaixo, aumentando o estrago ou você escorregar e ficar preso sob ela.

Passo 3: Avalie a Moto

  • Desligue o motor utilizando o interruptor de partida elétrica ou a chave de ignição.
  • Desligue o combustível usando a válvula de alimentação de combustível, se houver.
  • É comum derramar combustível nesta situação. Embora seja necessária uma faísca, chama ou fonte de ignição para que ocorra um incêndio ou explosão, tenha cuidado.
  • Se a moto está deitada sobre o lado direito, coloque o descanso lateral para baixo e engate uma marcha para evitar que ela se movimente.
Faça uma anotação mental desses fatos. Você não vai querer levantar sua moto e logo em seguida fazê-la cair do outro lado!

Técnica para levantar a moto:

Levantar-moto
Levantar-moto
Levantar-moto
Levantar-moto
Levantar-moto
A técnica ensina a utilizar os maiores e mais fortes músculos que nós temos, os músculos das pernas. O segredo para levantar uma moto grande é que você deve empurrar em vez de levantar.

1 - Se a moto estiver deitada sobre o lado direito, como a segunda foto ao lado, o descanso lateral deve ficar levantado. Se ela estiver deitada sobre o lado esquerdo, ele precisa necessariamente estar recolhido.

2 - Gire o guidão de modo que a frente do pneu esteja apontando para baixo. Se possível, trave a direção nesta posição.
3 - Encontre o "ponto de equilíbrio" dos dois pneus, do motor, protetor de motor ou pedaleiras. Será mais fácil levantar a moto se a parte abaixo deste ponto estiver apoiada no chão. Se a moto estiver inclinada mais de 45 graus, você vai ter que levantar um pouco no início. Quanto menor o ângulo de inclinação com a vertical, mais fácil fica colocar a moto de pé. Por isso, os primeiros centímetros vão ser os mais difíceis.
4 - Encoste sua bunda (não as costas) na lateral do assento. Olhando para longe da moto, posicione-se para deixar somente a metade de baixo da bunda encostada no assento. Seus pés devem estar afastados não mais do que a linha dos ombros, e plantados FIRMES no solo. Os joelhos, dobrados de 40 a 50 graus. Mais do que isso e vai ficar muito difícil endireitá-los. Tenha muito cuidado para manter as costas retas e a cabeça para cima.
5 - Com uma mão, segure firmemente o punho.
6 - Com a outra mão, segure o quadro da motocicleta (ou qualquer parte sólida da moto), tendo o cuidado para evitar o escape, peças de plástico ou frágeis.
7 - Levante com as pernas e dê pequenos passos para trás, empurrando o banco com a bunda e mantendo as costas retas. Em superfícies escorregadias ou com cascalho você vai ter mais dificuldade para aplicar esta técnica. Em superfícies inclinadas pode ser até perigoso.
8 - Tenha cuidado para não levantar a moto e depois deixá-la cair para o outro lado!
9 - Se a moto estava caída sobre o lado esquerdo, com um pé, abaixe o descanso lateral e recoste a moto sobre este. Se estava caída sobre o lado direito, você abaixou o descanso antes de começar a levantar. Neste caso, ao se aproximar da vertical, vá empurrando devagar e continue até encostar o apoio no chão.


Levantar-motoLevantar-moto


Abaixo, dois vídeos que mostram o processo de forma bem detalhada. Não se engane com a aparência das duas motos usadas. Ambas pesam mais de 250 kg. No Youtube é possível encontrar dezenas de vídeos que ensinam a mesma técnica aplicada a vários modelos e marcas de motos diferentes. Basta consultar utilizando o termo "How to pick up a motorcycle".
Levantar-moto
Levantar-moto
E lembre-se: Levantar uma moto pode ser perigoso e causar lesões graves se for feito de forma incorreta. Você precisa pensar com clareza, usar o bom senso, e estar em boas condições físicas. Mantenha seu corpo e as costas retas, e faça força só com as pernas. Mantenha o controle da moto e nunca vire o corpo ao levantar. Verifique se não ocorreram danos na moto antes de retornar para sua viagem.